Operação Judas: fraudes no pagamento de precatórios do TJ/ RN

Na manhã de terça-feira, 31 de janeiro, cinco pessoas foram detidas durante a “Operação Judas”, operação que investiga um esquema de fraudes no pagamento de precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ/RN). A ex-chefe do setor de precatórios do TJ/RN, Carla Ubarana Leal, e seu marido George Leal foram presos em Recife e trazidos para Natal para prestar depoimento. Também foram detidos Cláudia Sueli Silva, secretária de Carla Ubarana; Carlos Eduardo Palhares, administrador e amigo do casal e Pedro Luiz da Silva, escriturário do Banco do Brasil.

O delegado Marcos Dayan, titular da Delegacia Especializada de Investigação de Crimes Contra a Ordem Tributária (Deicot), afirmou que apesar das investigações ainda serem muito prematuras já se sabe que a fraude no pagamentos de precatórios acontecia desde 2008. Segundo Marcos os envolvidos no esquema duplicavam o número de beneficiários desses benefícios, incluindo pessoas que simplesmente não existiam.

O esquema funcionava da seguinte forma: o Governo do Estado destinava uma verba mensal para pagamentos de precatórios do TJRN. A partir de processos judiciais, algumas pessoas ganhavam o direito de receber o benefício. Com isso, os envolvidos pegavam os processos ganhos e incluiam pessoas fictícias para também receberem o precatório, fraudando ordens de pagamento.Sendo assim, o dinheiro era depositado na conta de laranjas, que sacavam ou repassavam para os líderes do esquema fraudulento.

Fonte: Diário de Natal

RELACIONADOS

Deixe um comentário