Oracle lança programa de aceleração para startups brasileiras

A Oracle acaba de anunciar a chegada do seu programa de aceleração ao Brasil. Em conversa exclusiva com a “Pequenas empresas e grandes negócios”, Reggie Bradford, vice-presidente sênior do departamento de ecossistemas de startups e aceleradoras da empresa, revelou detalhes sobre o Oracle Startup Cloud Accelerator. Segundo ele, o objetivo da iniciativa é atender empresas que não estavam acostumadas a utilizar os serviços da Oracle. “Queremos desenvolver soluções e oferecer infraestrutura para que empreendedores de todos os tamanhos possam trabalhar conosco.” As inscrições para o programa já estão abertas.

A Oracle segue uma tendência cada vez mais presente entre grandes empresas de tecnologia como Microsoft e Google: a busca de parcerias com empresas de pequeno e médio porte. Cinco startups serão selecionadas para fazer parte do programa. As empresas serão anunciadas em julho, quando também será lançado o novo coworking da Oracle no país. O programa vai oferecer seis meses de orientação com especialistas técnicos e de negócios da Oracle. Os empreendedores terão ainda acesso a tecnologias de nuvem e a um espaço no coworking da Oracle, na capital paulista. As startups também poderão apresentar seus modelos de negócio para clientes, parceiros e investidores da gigante norte-americana.

Como funciona o processo de aceleração de uma startup? Filipe Pessoa, executivo-chefe de empreendedorismo do Cesar.Labs, explica. 

A Oracle está lançando o seu programa de aceleração em sete cidades ao redor do mundo. As escolhidas foram Bangalore, Deli e Mumbai, na Índia, Bristol, na Inglaterra, Paris, na França, Tel Aviv, em Israel, e na cidade de Cingapura. São Paulo é a única da América Latina a receber o Oracle Startup Cloud Accelerator. De acordo com o vice-presidente, o que colocou a capital paulista entre as cidades selecionadas foi o potencial do ecossistema empreendedor brasileiro. “Tivemos pedidos de mais de 50 cidades ao redor do mundo. Mas, assim que entrei em contato com o ecossistema paulistano, percebi que era a escolha certa”, diz Bradford.

Segundo o executivo, o Brasil tem tudo para ocupar lugar de destaque em áreas como finanças e agricultura. “Também há iniciativas muito interessantes no meio jurídico e educacional”, diz. Ele acredita que os empreendedores brasileiros podem aproveitar um programa como o Oracle Startup Cloud Accelerator para aumentar suas chances no mercado. “É preciso muita coragem para empreender com tecnologia. Mas acreditamos que, com o apoio correto, é possível criar um negócio de sucesso.”

Fonte: “Pequenas empresas e grandes negócios”.

RELACIONADOS

Deixe um comentário