Domingo, 4 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Os 11 principais erros dos empreendedores

Começar uma empresa é sempre um desafio, e quem se aventura por esse caminho está inevitavelmente sujeito a cometer erros – especialmente se é um empreendedor de primeira viagem.

Uma forma de errar menos, no entanto, é tentar aprender com os erros dos outros. A rede social Quora é um bom lugar para isso. Ela funciona como um Yahoo! Respostas melhorado e tem perguntas de todos os tipos, dentre elas esta aqui: Quais são os erros mais comuns cometidos por empreendedores de primeira viagem?

A questão teve mais de cem respostas (veja aqui, em inglês), algumas delas feitas por CEOs e empreendedores de sucesso. Os melhores comentários foram selecionados pelo site Business Insider com o objetivo de ajudar quem está começando.

Veja quais são os principais erros cometidos por empreendedores inexperientes.

Acreditar nas próprias desculpas

“Se você não for totalmente honesto consigo mesmo, não conseguirá tomar boas decisões para de fato melhorar sua empresa. Você vai se esconder por trás de desculpas para si mesmo, explicando por que você precisa continuar fazendo o resto das coisas que estão na sua lista. Você não pode acreditar em todas as histórias que conta para si mesmo. É preciso ter uma dose saudável de ceticismo (o que não é o mesmo que duvidar de si mesmo) para conseguir de fato progredir.”

Lucas Carlson, ex-executivo da CenturyLink.

Entrar no mundo do empreendedorismo pelos motivos errados

“Você pode se tornar um empreendedor porque sente que é o que deve fazer. Mas, se você é um daqueles que entrou nesse jogo pelas razões erradas (por exemplo: ‘Meu amigo conseguiu, então eu consigo também’), então mais cedo ou mais tarde você terá problemas.”

Rajesh Setty, co-fundador de diversas startups nos Estados Unidos e na Índia.

Não ficar ligado no balanço financeiro

“Isso acontece mais do que você imagina. Você pode ficar sem dinheiro mesmo se tiver receita e lucro. Fique atento.”

Murli Ravi, investidor e empreendedor.

Não proteger sua propriedade intelectual

“É de extrema importância para um novo negócio proteger sua propriedade intelectual, incluindo patentes, marcas e direitos autorais. Se a concorrência patentear seu produto ou serviço, o que pode acontecer, seu negócio pode ser obrigado a pagar taxas ou ainda ficar proibido de vender, o que pode ser fatal para uma empresa em fase inicial.”

Jeff Nelson, criador do Chromebook (sistema do Google) e empreendedor.

Controlar demais

“Acho que o maior erro de empreendedores de primeira viagem que tiveram sucesso é que eles controlam tudo por muito tempo. Deixe acontecer. Deixe sua equipe fazer o trabalho dela, ajude-a, mas deixe acontecer e confie nela para fazer o trabalho.”

Jason M. Lemkin, empreendedor, criador do EchoSign.

Contratações erradas

“A equipe é o elemento mais importante de uma startup e uma contratação errada pode levá-la à ruína. Contrate em primeiro lugar com base em habilidades, inteligência e persistência. É fácil cair na armadilha de contratar pessoas que são ‘boas o suficiente’ quando a startup está tentando se erguer rapidamente. Mas isso pode ser mortal. Se você perceber que cometeu um erro, demita rápido.”

Evan Reas, co-foundador do Hawthorne Labs.

Não dar atenção suficiente às vendas

“Nós somos, em primeiro lugar, uma empresa de tecnologia focada em produtos. Se eu consigo um minuto extra no meu dia, eu sempre tendo a usá-lo trabalhando pelo produto. Como resultado, no início da empresa nós gastamos muito tempo pensando no produto em vez de sair do escritório e vender. Minha lentidão em vender teve impactos sérios, nós deveríamos ter feito muito mais dinheiro antes do que de fato conseguimos.”

Anand Sanwal, co-fundador da CB Insights.

Não perceber a importância do fluxo de caixa

“Você precisa ter uma previsão de fluxo de caixa para sobreviver. Fique atento ao seu dinheiro e segure-o, porque ‘o fluxo de caixa é mais importante que a sua mãe.’”

Peter Baskerville, já foi dono de mais de 30 pequenos negócios.

Não ter engajamento do cliente

“Seu cliente deve amar seu produto, caso contrário você realmente tem um problema. Se ele não ama, você precisa descobrir por quê. O único jeito de fazer isso é realmente ouvir suas necessidades e responder a elas. Certifique-se de que você está conectado aos seus clientes diariamente.”

Brian de Haaff, CEO do Aha!.

Confiar em seus relatórios otimistas

“Nada está sempre bem. As coisas estão sempre dando errado. Isso não é necessariamente uma coisa ruim. Frustrante sim, mas não ruim. Em geral, quer dizer que você está crescendo. (Nós dizemos: ‘Fique feliz, as coisas estão dando errado. Estamos crescendo!’).”

Greg Tapper, empreendedor do Vale do Silício.

Desenvolver demais

“A primeira visão que as pessoas têm de seu próprio produto é sempre a de uma Masserati. E em geral elas não têm ideia de como chegar lá e do que precisa ser feito. Eu sempre encorajo quem está começando a desenvolver um produto minimamente viável. Em muitos casos, desenvolver demais pode ser desastroso. Primeiro porque demora demais. Segundo porque custa muito caro, e em geral empreendedores de primeira viagem não têm nem o dinheiro nem a equipe para desenvolver algo assim. Terceiro, elas em geral desenvolvem o produto errado. Algo que não atende de fato a nenhuma necessidade e que leva algumas tentativas para funcionar.”

Pek Pongpaet, criador do site Pictacular.co.

Fonte: Exame.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.