Câmara aumenta verba de gabinete de R$ 60 mil para R$ 78 mil

A Câmara dos Deputados publicou nesta quarta-feira, 4 de jullho, o ato da Mesa que torna oficial o aumento de cerca de 30% na verba de gabinete dos deputados. O valor passa dos atuais R$ 60 mil para R$ 78 mil e poderá ser usado para pagar os salários de até 25 funcionários que cada um dos 513 parlamentares tem direito a contratar para o gabinete.

Na semana passada, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS) já havia anunciado que o reajuste estava previsto para o início de julho e que o Executivo já tinha reservado R$ 150 milhões para esse fim. O reajuste não é retroativo e passe a valer a partir desta quarta. A Câmara calcula que sejam gastos com verba de gabinete até o fim do ano cerca de R$ 115 milhões. O teto do salário dos funcionários dos gabinetes, de R$ 8,040, não foi alterado.

Além dos R$ 18 mil a mais na verba de gabinete dos 513 deputados, o reajuste tem impacto nos gastos com férias e encargos trabalhistas.

A verba de gabinete é um dos gastos mais criticados por especialistas em contas públicas e um dos menos transparentes.

Mais sobre transparência?

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário