Pesquisa de Percepção do “Rio Como Vamos” mostra sugestões dos cariocas para melhorar a qualidade de vida

Monitorando a percepção do cidadão carioca sobre os serviços de sua cidade, o “Rio Como Vamos” realizou uma pesquisa para saber como os cidadãos do município percebem sua própria qualidade de vida, o que desejam para as gerações futuras, para sua cidade, seu bairro, sua rua e até para o planeta. O estudo foi feito por ocasião da Rio + 20 Durante 10 dias, 1,8 mil pessoas, homens e mulheres, de diferentes áreas da cidade, faixas etárias e de renda, responderam perguntas sobre saúde, educação, segurança, meio Ambiente, mobilidade urbana, consumo sustentável, trabalho/empresas e arte, cultura e lazer.

Saúde, educação e segurança

Praticamente 100% dos entrevistados classificaram a saúde, a educação e a segurança como extremamente ou muito importante para a melhoria da qualidade de vida, tanto no nível particular quanto no coletivo. A proteção ao meio ambiente ganhou 63% de votos, superando os percentuais para saneamento básico e trabalho, entre outros temas.  Arte, Cultura e Lazer foi o tema menos relacionado à qualidade de vida, com 22%. .

Transporte público

De acordo com a pesquisa, o trânsito e os transportes públicos são uma preocupação e um incômodo para o carioca.

Das opções de avanços nesse campo, 53% dos entrevistados votaram em melhorias dos trens urbanos, 51% dos ônibus e 49% do metrô. A grande preferência pelos trens veio da zona oeste da cidade – moradores de Bangu, Campo Grande, Santa Cruz e redondezas -; pelo metrô, da zona sul e Tijuca e, pelos ônibus, de toda a cidade.

A renda também influencia as opções: 75% com renda superior a 10 salários e 65%, entre 4 e 10 salários, optam pelo metrô. A regularização dos transportes alternativos não foi relevante para o carioca com maior faixa de renda. Dentre as demais medidas, destacaram-se melhoria das vias públicas (39%), campanhas educativas (20%), aumento de ciclovias e estacionamento de bicicletas(16%) e ampliação do bilhete único (11%), entre outras.

Mais

Ouça o podcast especial com o cientista político Eduardo Viola que falou com exclusividade ao Imil sobre a atuação do Brasil na Rio + 20

RELACIONADOS

Deixe um comentário