Lula é destaque no “The New York Times” e nega mensalão

Na entrevista publicada na versão impressa do jornal, o ex-presidente Lula disse acreditar que “o mensalão nunca existiu.” Segundo ele, seu governo não precisaria comprar votos em troca de apoio, porque possuía maioria parlamentar no Congresso.

O texto comenta a polêmica envolvendo o ministro do STF Gilmar Mendes, que diz ter sido pressionado por Lula para adiar o votação do julgamento, e destaca que as denúncias de corrupção surgiram em 2005, mas que só agora estão sendo julgadas. A demora de sete anos seria um “reflexo do ritmo lento da Justiça brasileira”.

O escândalo é descrito como um dos momentos mais graves enfrentado pelo PT, citando o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu como um dos principais personagens do caso. O termo “mensalão” foi chamado de “um grande subsídio mensal” para a compra de votos.

Realizada em São Paulo, a entrevista tratou ainda da sucessão presidencial de 2014. Lula respondeu descartou a possibilidade de concorrer ao Palácio do Planalto na próxima disputa, mas admitiu que “não é tarefa fácil saber como agir no papel de ex-presidente”.

Lula disse ainda saber que a Europa não gosta quando o Brasil oferece opinião sobre a crise deles. “Mas quando a crise é no Brasil eles sempre têm algo a dizer”, declarou.

Fonte: Portal Imprensa

Mais

Ouça o podcast com o analista político Bruno Garschagen: “A sociedade deve observar com mais atenção o poder judiciário”

RELACIONADOS

Deixe um comentário

2 comments

  1. Gilberto Naldi

    Não precisava comprar porque já havia comprado a maioria comprada e paga mensalmente!

  2. josé da Mota

    José da Mota.

    Obscuro Mensalão do PT. Talvez só descrevendo-o assim. O trabalho complicado, intricado, pouco possível e improvável de inventar um imaginário pagamento sistemático mensal para justificar o jargão publicitário Mensalão do PT, possa ser compreendido. Obscuro é, foi e sempre será o motivo de sua criação, pois é um jargão ardiloso, como a própria armadilha para o qual foi inventado.
    Não confundam os crimes que estão sendo apurados, com o crime de compra de votos com pagamento mensal sistemático, um mensalão. Que vem de situações onde há pagamentos de grandes salários por mês, legal ou ilegal.
    Isto foi tão mal intencionado que foi criado sem a menor discrição. Para causar alvoroço político, e com isso, a queda de um poder político. Do Lula e aliados que, se fortalecem a cada dia que passa.
    É o movimento socialista brasileiro no comando dos municípios, capitais, estados e nação sob qualquer de suas bandeiras, PT, PSOL, PCdoB, PCB, PMDB entre outros, e se aliando à outros tido