Primeiro dia do 25º Fórum da Liberdade destaca “educação” como prioridade

O 25º Fórum da Liberdade, sob o tema “2037: que Brasil será o seu?”, teve início na noite desta segunda-feira, 16 de abril, em Porto Alerge (RS).

A solenidade de abertura contou com a a entrega do Prêmio Libertas ao advogado Carlos Fernando Souto. O prêmio é anualmente concedido a empreendedores que se destacam no trabalho pela valorização dos princípios de economia de mercado e de respeito ao Estado de Direito. Também foi entregue o Prêmio Liberdade de Imprensa, ao presidente do grupo RBS Nelson Sirotsky, que afirmou: “A liberdade de imprensa é um dever, um direito de todos os cidadãos”.

O primeiro painel do Fórum da Liberdade trouxe o mote do evento: “2037: que Brasil será o seu?”. Roger Agnelli, ex-presidente da Vale do Rio Doce, falou da importância do jovem como potencializador de transformação: “Todo jovem é milionário. Ele tem o poder de transformar o país. A juventude pode arriscar, sonhar e implantar tudo o que deseja”. Agnelli também destacou a necessidade pelo desenvolvimento da infraestrutura nacional: “É o grande gargalo do nosso país. Para melhorarmos, dependerá de qual velocidade o Brasil adotará para mostrar como chegaremos lá”, destacou.

André Gerdau Johannpeter, presidente do comitê executivo do Grupo Gerdau, refletiu sobre o momento único no qual o Brasil se encontra: praticamente pleno emprego, aumento do PIB e população crescente. “Devido à iniciativa privada empreendedora, o brasileiro tem o poder de se adaptar”, disse. O fundador da empresa CVC, Guilherme Paulus, abordou a oportunidade de aproveitar os dois megaeventos mundiais que estão por acontecer, a Copa do Mundo e as Olimpíadas e salientou a importância de proporcionar qualidade nos serviços prestados para atrair mais olhares do mundo.

Vicente Falconi, consultor de empresas e colunista da revista “Exame”, também participou do primeiro dia do evento. Para ele, a solução para que o Brasil de 2037 seja melhor, é a educação, sendo o ensino fundamental a grande prioridade: “Vamos mudar as prioridades e focar nas crianças, para que daqui a 25 anos tenhamos 50% da nossa população com curso superior completo”, assegurou.

O 25º Fórum da Liberdade segue nesta terça-feira, dia 17, a partir das 9h30.

Fonte: Assessoria de imprensa

RELACIONADOS

Deixe um comentário

1 comment

  1. Regina Caldas

    É nos primeiros anos de vida de uma criança que devemos lhe proporcionar não só uma iniciação escolar de qualidade, como também valores éticos e condições para que desenvolva plenamente sua criatividade. Só assim nossas crianças tornar-se-ão cidadãos capazes de construir o Brasil que sonhamos.