Produtos da Apple no Brasil são
os mais caros do mundo

Uma pesquisa realizada pela consultoria Idealo revelou que os produtos da Apple no Brasil são os mais caros do mundo, segundo o jornal “Folha de S. Paulo”. Os preços cobrados pelas Apple Store dos itens mais populares da marca (iPad 2, Macbook Air, iPod Touch, MacBook e iMac) foram somados e divididos por cinco. O preço médio brasileiro ficou em R$ 2.387,79, o mais caro entre 37 países. Entre os mais baratos estão os cobrados na Malásia (R$ 1.382,50), Canadá (R$ 1.384,70) e Hong Kong (R$ 1.391,02).

O Brasil também ficou em último na lista que mede o país em que é feito o melhor negócio. Para isso, o levantamento comparou o preço cobrado nas lojas on-line da Apple com a renda per capita dos países.

Segundo a especialista do Instituto Millenium e vice-presidente do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), Letícia do Amaral, o desempenho do país é culpa da carga tributária e dos custos de importação.

Para os produtos entrarem no Brasil, são cobrados ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), PIS/Cofins, IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e Imposto de Importação. Além disso, há todo o custo logístico para trazer os produtos até o país.

A pedido da “Folha”, o IBPT calculou o preço dos cinco aparelhos do levantamento sem a carga tributária. O preço do iPod Touch seria de R$ 363,45; o do iPad 2, de R$ 991,74; o do MacBook Air, de R$ 2.270,24; o do MacBook Pro, de R$ 2.389,02; e o do iMac, de R$ 2.654,54.

Fonte: Folha de S. Paulo

RELACIONADOS

Deixe um comentário

3 comments

  1. Gilberto Naldi

    Parce que somos prisioneiros de um governo que fecha nossas fronteiras e nossas oportunidades, leiloando o mercado interno brasileiro, onde os produtos são de segunda, para cidadãos de segunda, mas com preços de primeiríssimo mundo. Acontece com todos os produtos: automóveis, roupas, calçados e, claro, eletro eletrônico e computadores. No caso da APPLE, alega-se que os produtos podem e deveriam ser produzidos no Brasil. Just a dream! Enquanto isto vamos pagando o olho da cara! Interessante é que “nossas” autoridades falam como se estivessem protegendo-nos de nós mesmos! Protecionistas clássicos! Vão nos mandar de volta para a idade média! A união de governos incompetentes e demagogos com indústrias protegidas e de baixa tecnologia, em coadjuvância com centrais sindicais acima de qualquer suspeita, sempre gera o Fascismo! O Brasil embarca de volta para o passado!

  2. Geraldo Ribeiro

    Sem dúvida a carga tributária ee uma grande vilã na esteoria dos preços mas a falta de vergonha do empresário em nada deve a ela. Quando um vice presidente da volkswagem pergunta ao reporter porque vender barato se o mercado paga o preço alto praticado fica claro que a maximixação do lucro nas costas dos trouxas, faz parte da politica de negocios que aqui se encontra implementada.

  3. Eduardo Silva

    Fácil.
    Eles que abram uma fábrica no BRASIL, contratem BRASILEIROS para construir os iqualquercoisa. Resolvem o problema da importação, da “logística”, geram empregos AQUI, diminuem a exploração de chineses que é um absurdo (e no Brasil a exploração é menor, pelo menos) de que são responsáveis, diminuem a quantidade de dinheiro que a população (rica) vai mandar para fora comprando essas geringonças, e mais um monte de vantagens…