Produtos mais consumidos durante a Copa do Mundo têm elevada carga tributária

Percentual de tributos incidentes sobre alimentos e acessórios esportivos varia de 15 a 76% conforme estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT

O torcedor brasileiro que já está se programando para acompanhar todos os lances da Copa do Mundo de Futebol deve se preparar também para arcar com a elevada carga de impostos que estão embutidos nos preços dos produtos e serviços mais consumidos nesta época, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT.

No caso das bebidas, que não podem faltar para animar a confraternização, a carga tributária chega a 76,66% na caipirinha; 55,60% na garrafa ou lata de cerveja; 45,47% na lata de refrigerante e 36,21% no suco. Já os aperitivos também possuem uma “salgada” tributação, que corresponde a 37,30% do preço do salgadinho, 36% do amendoim e 16,5% sobre o preço de queijos em geral.

Caso o torcedor opte pelo churrasco para reunir amigos e familiares na torcida, o Leão também estará convidado: isso porque a carga tributária da carne bovina chega a 23,99%; 26,80% no frango e 34,29% no carvão. E se preferir acompanhar o evento em bares ou restaurantes, 32,31% da conta será de impostos sobre o serviço do estabelecimento.

O presidente-executivo do IBPT, João Eloi Olenike, observa que “a alta de impostos também é percebida nos itens alusivos ao evento esportivo, como é o caso da bola de futebol, com 46,49% e a camisa do time, que tem 34,67% do preço revertido aos cofres públicos”.

Produto- Carga tributária

Restaurante- 32,31%
Amendoim- 36,54%
Apito- 34,48%
Bola de futebol- 46,49%
Cachaça- 81,87%
Cachorro quente- 15,28%
Caipirinha- 76,66%
Caixas de som amplificadas- 45,81%
Câmera fotográfica- 44,75%
Carne bovina para churrasco- 23,99%
Carvão vegetal- 34,29%
Cerveja (lata)- 55,60%
Cerveja garrafa -55,60%
Chope- 62,20%
Confete/ Serpentina- 43,83%
Copos- 37,88%
Carne de Frango para churrasco- 26,80%
Fogos de artifício- 61,56%
Hospedagem em hotel- 29,56%
Ingressos (tickets)- 40,85%
Nozes – 36,45%
Passagem aérea- 22,32%
Queijos- 16,59%
Refresco em pó- 36,30%
Refrigerante (lata)- 46,47%
Refrigerante garrafa- 44,55%
Camisa do time- 34,67%
Salgadinhos- 37,30%
Suco pronto- 36,21%
Televisor- 44,94%

Fonte: IBPT

RELACIONADOS

Deixe um comentário