Brasileiro leva 119 dias para abrir empresa, diz estudo

Em outros países do G20, empreendedores demoram, em média, 20 dias

O estudo G20 Entrepreneurship Barometer, da consultoria EY (anteriormente Ernst & Young), mostrou que o Brasil ainda tem muito a evoluir no quesito empreendedorismo. A pesquisa indicou que um empreendedor leva, em média, 119 dias para abrir uma empresa no país. Nos outros países do G20, a média é de apenas 20 dias.

Além disso, a burocracia acompanha o empresário ao longo da vida do negócio. O estudo identificou que os brasileiros demoram 2,6 mil horas para resolver problemas tributários. A média dos outros países é de 347 horas.

O estudo, lançado em antecipação à reunião dos líderes do G20 em São Petesburgo, classifica o nível de empreendedorismo dos países de acordo com cinco fatores: acesso a financiamento, cultura empreendedora, impostos e regulamentação, educação e capacitação, e apoio coordenado.

Os países que apresentaram melhor pontuação em todos os quesitos, portanto considerados melhores para empreendedores, foram Austrália, Canadá, Coreia do Sul, Reino Unido e Estados Unidos. A pesquisa entrevistou 1,5 mil empreendedores e coletou dados sobre condições e práticas de empreendedorismo nos países do G20.

O Brasil se saiu melhor no quesito apoio coordenado, que mede as ações públicas e privadas de fomento ao empreendedorismo, ficando na terceira posição, atrás do México e da Rússia. O maior problema do país foi justamente no fator impostos e regulamentação. O Brasil ficou na 17º posição, na frente de Itália, Índia e Argentina.

Veja a classificação do Brasil em todos os itens analisados
Fonte: Exame

RELACIONADOS

Deixe um comentário