Dicas para criar novos negócios a partir de empresas velhas

No mundo dos negócios, os desdobramentos são a prole de empresas estabelecidas

No mundo dos negócios, os desdobramentos são a prole de empresas estabelecidas. Uma divisão é transformada em uma empresa autônoma. Até agora neste ano já houve 11 desdobramentos de empresas americanas, um número que se elevou nos últimos anos, de acordo com a Spin-Off Advisors, uma consultoria. Duas mais estão prestes a acontecer: a Time Warner está prestes a amputar a sua divisão de revistas, que inclui a Time, e a News Corporation está se preparando para se separar de sua divisão de jornais, que inclui o Wall Stree Journal, o Sun, e o Times de Londres.

Os investidores gostam desses desdobramentos porque preferem empresas focadas a empresas diversificadas. Engenheiros de finanças gostam delas porque esse tipo de empresa tende a ser mais eficiente em termos tributários que aqueles que simplesmente são vendidas. Elas também oferecem retornos saborosos. A Forbes calcula que as empresas americanas realizaram mais de 80 desdobramentos de US$ 500 milhões cada entre 2002 e 2012.

Administrar desdobramentos é complicado, no entanto. Pode parecer que as empresas estão se livrando do “lixo” e segurando o “caixa”. Essa prática pode comprometer relações de longo prazo com empregados, investidores e fornecedores. Como lidar com esses problemas? Eis algumas dicas.

As empresas envolvidas têm que se esforçar para estabelecer identidades novas. Cada nova cria de um desdobramento deve evitar
desmerecer seus pais mais antiquados. E cada novo desdobramento deve dar a impressão de se tratar de uma nova organização, e não o lixo que a faxineira se esqueceu de varrer. Todos devem pensar cuidadosamente a respeito do relacionamento entre “pais e filhos” e com seus atuais fornecedores.

Ao mesmo tempo, os desdobramentos devem enfatizar suas raízes comuns com uma empresa-mãe (“Uma história, dois futuros) e sua natureza híbrida de start-up e veterana (“uma start-up com um passado de cinquenta anos). A história mostra que todos envolvidos em um desdobramento podem se beneficiar. A separação pode ser difícil, mas às vezes é necessária.

Fonte: Opinião e notícia

RELACIONADOS

Deixe um comentário