Governo afegão pretende limitar festas de casamento

E se a moda pega por aqui?

O governo afegão quer meter a colher em uma matéria de marido de mulher. Preocupado com os “gastos o noivo” em festas que considera exorbitantes, pretende aprovar uma lei que restringe o número de convidados dos casamentos da comemoração, além de determinar para até as 23h o horário para o término da festa.

O argumento do governo é de que os noivos do país gastam até 100 vezes da renda mensal para realizar a celebrações.

Fonte: Superinteressante

Leia mais sobre excesso de intervenção estatal aqui no site do Instituto Millenium em: Nanointervencionismo, do diplomata Marcos Troyjo

 

 

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário