Bahia: Greve da PM dá sinais de enfraquecimento

A liberação do acesso ao Centro Administrativo da Bahia (CAB), após o cerco aos 300 grevistas e a seus familiares, é um sinal do enfraquecimento da paralisação dos policiais militares.  Nesta terça-feira, 7 de fevereiro, os  funcionários das secretarias de governos, de sedes de estatais e dos órgãos dos Poderes Executivo e Legislativo da Bahia puderam voltar ao trabalho.

Na última segunda-feira, 6, os tribunais Federal, Estadual e Trabalhista não funcionaram ou encerraram o expediente mais cedo. O Ministério Público também funcionou em regime diferenciado. Na Defensoria Pública do estado, o expediente terminou às 17h, e na Defensoria Pública da União, foram atendidos apenas os cidadãos que já estavam na sede do órgão até as 14h. Os órgãos alegaram que as medidas foram necessárias para garantir a segurança dos funcionários e dos cidadãos.

Entenda a greve

Os grevistas reivindicam o pagamento da Gratificação de Atividade Policial Militar (GAP) de níveis 4 e 5. O governador da Bahia, Jaques Wagner, descartou a possibilidade de aumento imediato para a categoria. Wagner propôs que os reajustes sejam parcelados até 2015. A aprovação da GAP 4 equivaleria a um aumento de R$600 no salário dos policiais. Atualmente, um policial militar da Bahia recebe entre R$ 1.900 e R$ 2.300.

Os PMs que invadiram o prédio da Assembléia Legislativa da Bahia também querem a anistia administrativa aos grevistas. Jaques Wagner disse que os policiais envolvidos em “atos criminosos” não serão anistiados. “Anistia se concede em um regime de exceção e de guerra, e estamos em uma democracia. Conceder anistia seria um salvo-conduto (para atos criminosos)”

O prédio da Assembléia está isolado por cerca de mil homens das Forças Armadas e de 40 agentes do Comando de Operações Táticas (COT), desde segunda-feira. A Policia Federal tem 11 mandatos de prisão contra integrantes do movimento. Para furar o cerco, os grevistas, que estão armados, usam crianças e adolescentes como escudo.

A presidente Dilma Rousseff se colocou a disposição do governo da Bahia para ajudar a conter as mobilizações da PM. Dilma atendeu a todos os pedidos de Jaques Wagner, disponibilizando homens do exército, a Forca de Segurança Nacional e o grupo de elite da Policia Federal.

Desde o inicio da greve, que começou na semana passada, foram rigistrados 100 casos de homicídio na Bahia. A expectativa do governador é que a greve termine ainda hoje.

Fonte: Estadão e Globo

RELACIONADOS

Deixe um comentário

2 comments

  1. MARIA FÁTIMA

    DEUS COM SEU PODER TOQUE O CORÇÃO DESE GOVERNADOR, E ELE SE ABRA AO ACORDO,E D FIM A TANTOS SOFRIMENTOS.

  2. Evelim Aline

    Piada da Constituição: os PM’S não podem fazer GREVE PQ SÃO DE CATEGORIA ESPECIAL? E PQ O SALARIO NÃO É ESPECIAL TB, ASSIM COMO DOS JUDICIARIOS E POLITICOS? Jaques Wagner é hipocrita, o mesmo em 1991 e 2001 apoiou o movimento grevista da PM! Onde disse: “Registro minha solidariedade aos 110 oficiais e policiais militares já punidos e reitero veementemente meu apelo ao Comando da Polícia Militar p/ q, em vez de simplesmente seguir as ordens do Governador-BA, sempre impermeável às reivindicações do funcionalismo do nosso Estado, tente sensibilizar o Executivo no sentido de q sejam atendidas as reivindicações…
    A globo, a midia como todo, não divulgou esse comentario de Jaques Wagner, por que??
    Vejam reportagem completa:
    acessem o link: http://www.youtube.com/watch?v=SvK2qR6QAYI&feature=player_embedded
    As atitudes da greve de 2001 foram as mesmas da greve atual, é tanto que Prisco foi exonerado, mas Wagner o apoiou! Dilma e seu partido apoiou os Pm’S diversas vezes aqui na bahia, a greve de 2001 não foi diferente da atual greve, teve arrastões, vandalismo contra onibus, o numero de homicidios aumentaram, população desprotegida, tudo igualzinho, passado e presente roteiro igualzinho, e Dilma, Jaques, PT, Prisco e PM’S-ba lutaram lado a lado em beneficio do salario da PM e em protesto contra o governo da epoca, 1991-ACM e 2001-Cesar Borges! Não entendo porque essa conversa distorcida de Wagner agora! Outra coisa: eles dizem não a Anistia, mas nossa presidente não foi anistiada?? Quanta hipocrisia politica! E só está tendo tanta repercussão porque todos estão preocupados se terá carnaval ou não! Se não fosse isso, a midia e nosso governo não estaria nem ai, pois a massa mesmo que é a população encontra-se desprotegida! Ele quer tirá onda de durão e esquece de quem ele é, de onde ele veio, enquanto ele tira a onda de durão dele nós sofremos! Nossa presidente Dilma só falta dizer assim: Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço! Rebanho de Hipocritas: Governo e Midia sensacionalista, só quer ibope e garantir sua cobertura pro carnaval!