IBPT faz balanço da arrecadação do Imposto de Renda no país

Instituído em 1922, o Imposto de Renda talvez seja o mais temido dos impostos que pesam sobre a população brasileira.  Há dez dias para terminar o prazo de acerto de contas,  apenas 40% dos contribuintes no Espírito Santo, por exemplo, haviam enviado o documento. Foram 200 mil declarações entregues, das 500 mil previstas. No total da avaliação do país, 61% dos contribuintes ainda não haviam enviado o documento. Para o IBPT, o saldo é ruim, levando em conta que o prazo termina no próximo dia 30.

Parte do atraso, pode ser culpa do “jeitinho brasileiro” e o costume de deixar as tarefas para a última hora, mas o IBPT chama a atenção para a complexidade e a burocracia do processo e  para o fato de o contribuinte precisar de um profissional para ajudá-lo a prestar contas, o que pode dificultar ainda mais a velocidade das etapas.

O IBPT preparou um guia pra auxiliar os contribuintes

Estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) mostra que, dentre 30 países pesquisados, o Brasil é que oferece o pior retorno em benefícios à população dos valores arrecadados por meio dos impostos.

Fonte: IBPT

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário

3 comments

  1. Vander

    O Imposto de Renda não é apenas um roubo, mas também uma invasão de privacidade pelo fato de que o cidadão tem que prestar conta de um dinheiro que é seu, resultado do fruto de seu trabalho. Dá a impressão que este dinheiro é do governo que deixou aos cuidado do cidadão por um período de tempo do qual ele pode usar apenas uma parte para seu sustento, uma forma diferenciada dos tempos de servidão onde o senhor cuidava e alimentava o seu servo.
    É preciso notar que o imposto, qualquer um, tem consequencia no mercado. Significa sempre recurso desviado do setor produtivo para o setor improdutivo. É recurso que deixa de fornecer ao cidadão bens para seu bem estar, emprego e renda melhorando a vida de todos indistintamente. O imposto só tem sentido se for parte da despesa que o cidadão tem na manutenção do estado com fins a sua segurança. Imposto para cobrir outr tipode atividade como educação, saude, etc., é puro pretexto para o roubo do dinheiro alheio. É nisto que o IMIL deveria insistir.

  2. braz calderaro

    Concordo plenamente que somos escravos do governo,ainda mais, trabalhamos para sustentar corruptos de brasilia os gatunos oficiais muda imposto de renda!

  3. Adriana Rocha Santos

    O imposto de renda nada mais é do que um assalto consentido ao bolso do trabalhador brasileiro com pretexto de retorno em beneficios sociais o que é uma grande balela, basta ver o que sai na imprensa sobre a saúde, segurança, transporte, ora nós brasileiros estamos sendo enganados por esses políticos desde a época do descobrimento do Brasil.