Impostos na Páscoa: Vinho e bacalhau são os produtos mais taxados

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT)  calculou o índice de impostos cobrados nos produtos que tradicionalmente são consumidos na Páscoa. Claro, o preço ao consumidor seria bem menor se  empresas tivessem que arcar com uma menor carga de impostos.

O levantamento revela que em alguns casos, como o vinho, a tributação supera a marca dos 50%.

A carga tributária do bacalhau importado, por exemplo, é de 43,78% e, no vinho, que acompanha a refeição, chega a 54,73%. Mas se o vinho for importado, há um adicional de 20% de Imposto de Importação, elevando a tributação a quase 75%.

Já o ovo de chocolate tem uma carga tributária de 38,53%.

Para o presidente do IBPT, João Eloi Olenike, a carga tributária dos ovos de chocolate está muito alta. “A tributação deveria ser menor. Com esse porcentual o consumo desse tipo de produtos fica mais difícil. A carga deveria ser a que o povo pode pagar, cerca de 20%.”

 

Fonte: IBPT e Eco Finanças

RELACIONADOS

Deixe um comentário