De acordo com IPC-10, da FGV, aumento acumulado de cesta composta por 11 itens, montada pelo jornal “O Globo”, é maior que indicador geral

Em julho, a inflação deu uma trégua, mas, no acumulado de 12 meses, nem o popular pão com ovo escapa da alta dos preços dos alimentos, grupo persistentemente acima da média geral dos principais indicadores. Segundo levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV), realizado a pedido do “Globo”, a inflação medida pelo IPC-10 dos itens que compõem o café da manhã acumula alta de 14,64%, quase nove pontos superior à média do índice, 5,65%. Os destaques são o pão francês, com alta de 12,45%, puxado pela alta do preço do trigo importado em dólar, e o leite longa vida, vilão do primeiro semestre que continua pressionado, aumentando mais de 30% em 12 meses.

 

Fonte: O Globo

Deixe um comentário