Brasil tem baixa liberdade econômica e alta percepção de corrupção

Pesquisas confirmam que a liberdade econômica está diretamente associada a percepção da corrupção. Dados levantados pela The Heritage Foundation e pela organização independente Transparência Internacional revelam que a corrupção é mais latente nos países onde a intervenção do Estado na economia é maior como na Venezuela e na Coreia do Norte.

No Brasil, os números provam que a existência de corruptos anda de mãos dadas com a regulamentação econômica. O país é o 73º colocado no ranking mundial da percepção popular da corrupção. O levantamento foi feito em 183 países e deu notas de 0 a 10. Nações mais honestas receberam nota máxima. Na pesquisa que mede a liberdade econômica de 184 países, o Brasil figura na 99ª posição. Hong Kong e Cingapura são os países mais livres. Confira o ranking completo

Apesar de ser coerente, a equação menos Estado = menos corrupção não se aplica a todos os países.  No México, a liberdade econômica é maior do que no Brasil. No entanto, a percepção da corrupção é maior entre os mexicanos do que entre os brasileiros.

Fonte: revista “Época”

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário