Gustavo Franco: “Melhor solução para o câmbio é o mercado fazer a taxa”

O ex-presidente do Banco Central e sócio da Rio Bravo Investimentos Gustavo Franco expressou nesta quinta-feira discordância com a estratégia utilizada pelo atual presidente, Alexandre Tombini, para nivelar o câmbio. Para ele, a mera existência de um programa previsível de intervenções mostra que o câmbio deixou de ser flutuante.

“Melhor solução para o câmbio é o mercado fazer a taxa. Já que o regime é flutuante e não é para ter regra, é melhor não falar nada e o BC agir quando achar que tem que agir. Isso é mais de acordo com a lógica do regime flutuante do que criar programas, artificialismos, ‘mesadinhas'”, disse Franco a jornalistas no “I Colóquio Macrotendências da Economia Brasileira”, organizado pelo Ibmec e pelo Instituto Millenium.

Franco disse considerar que o atual BC possui um regime de “flutuação suja” do câmbio, embora a regra seja o câmbio flutuante.

“Temos um problema com o tripé macroeconômico. O câmbio já não é flutuante como em outros momentos. Prevalece uma lógica que é designada como medo de flutuar. Uma flutuação suja”, concluiu.

Fonte: O Globo

RELACIONADOS

Deixe um comentário