Mercado prevê menos crescimento e mais inflação em 2014

Economistas ouvidos pelo BC projetam crescimento do PIB de 2,11% no ano que vem. E IPCA em 5,93%

Analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Banco Central reduziram as estimativas para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2014, de 2,13% para 2,11%. É o que mostra a pesquisa semanal Focus divulgada nesta segunda-feira. No documento, os economistas também apontaram para uma expectativa de inflação mais elevada no ano que vem: a previsão do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 5,92%, da semana passada, para 5,93%.

As previsões de inflação e crescimento do PIB para 2013 foram mantidas em 5,85% e 2,5%, respectivamente. Na última semana, analistas tinham elevado a estimativa do IPCA para este ano.

Economistas também mantiveram inalteradas as expectativas para as taxas de juros e de câmbio, tanto para este ano quanto para 2014. A Selic, a taxa básica de juros da economia é estimada em 10% para 2013, e em 10,25% para o ano que vem. Apesar de o dólar ter registrado alta na última semana, o Boletim Focus traz a mesma previsão da edição anterior: de câmbio a 2,25 reais este ano e de 2,40 em 2014.

Prévia do PIB — O mercado fica de olho na divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central – Brasil (IBC-Br), considerado um antecipador do PIB, referente ao mês de setembro. O indicador será revelado pelo BC na próxima quinta-feira e a expectativa é de crescimento praticamente nulo.

Fonte: Estado de S. Paulo

RELACIONADOS

Deixe um comentário