Quer saber mais sobre empreendedorismo?

A pesquisa “Perfil do Jovem Empreendedor Brasileiro”, realizada pela Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje) em junho de 2014, mostra que dos 5.181 jovens entrevistados, com idades entre 18 e 39 anos, 61% já possuem o seu próprio negócio e 39% desejam seguir o mesmo caminho. Diante da demanda crescente por mais informações sobre o mercado empreendedor, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o canal Futura criaram o #projetoempreender, que reúne um programa de TV, interprogramas de curta duração, um blog contando a experiência de jovens que conseguiram conquistar reconhecimento com seu trabalho e um jogo online sobre empreendedorismo.

O programa de TV narra, em 26 episódios, a história de sucesso de 78 jovens empreendedores e está sendo transmitido pelo Futura todas as quartas-feiras, às 16h30. Os episódios são como um minidocumentário de 30 minutos. Os interprogramas de 1 minuto cada apresentam dicas sobre o mercado empreendedor. O primeiro programa foi ao ar nesta semana, no dia 22 de outubro.

Os diferentes meios de comunicação envolvidos no projeto – TV, blog e o jogo online – foram criados para estabelecer um vínculo com o telespectador do canal, jovens em sua maioria, e auxiliá-los na busca por independência através da criação do próprio negócio. Segundo a pesquisa da Conaje, que atingiu de forma online 27 estados brasileiros, entre os 39% de jovens que pretendem, no futuro, se tornar empreendedores, 30% colocam a “independência” como principal fator de motivação para empreender. No entanto, indicam, especialmente, duas razões que têm impedido a realização do sonho: 35% dizem não ter dinheiro e 28% não se sentem preparados. Neste grupo de potenciais jovens empreendedores, 60% são do gênero masculino e 34% têm idade entre 21 e 25 anos. Entre os jovens que já se tornaram empreendedores (61%), 72% são homens de 26 a 30 anos (38%).

Os participantes da série atuam em diferentes áreas, como moda, tecnologia, artes visuais e música. Entre as histórias selecionadas, se destaca a de Johnny Hederson, que desenvolveu, em parceria com uma empresa de amigos instalada em Maceió, o aplicativo Find People, para encontrar pessoas desaparecidas. A ideia do aplicativo surgiu após Johnny assistir a um programa sobre o tema e ficar chocado com as estatísticas. Estudante de Sistemas de Informação, Hederson conseguiu recentemente o apoio institucional do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Assim como Hederson, os demais personagens da série buscam inspiração no dia a dia ou em projetos que possam beneficiar a sociedade. Segundo Mônica Pinto, gerente da área de Desenvolvimento Institucional do canal Futura, o estímulo ao empreendedorismo ainda precisa ser ampliado no Brasil. “A gente acha que é fundamental ter instituições e escolas que sejam indutores dessa questão dos valores do empreendedorismo, porque de fato é isso que gera novas ideias, gera inovação, gera novos negócios, e não temos, na cultura brasileira, isso muito presente, não é um valor que seja predominante”, disse.

Os jovens selecionados para participar do programa têm entre 13 e 24 anos, negócios estabelecidos e já haviam participado de projetos com foco em empreendedorismo oferecidos pelo Sebrae ou pelo Futura. “Consideramos diversos critérios para a escolha e entre os principais destacamos o talento comprovado em determinado campo de atuação e o espírito empreendedor”, explicou Mirela Malvestiti, gerente da Unidade de Capacitação Empresarial (UCE) do Sebrae, acrescentando que o programa é resultado de uma longa parceria entre Futura e Sebrae no campo do empreendedorismo, que agora se volta aos jovens. “Eles podem encontrar no empreendedorismo uma alternativa interessante e viável de carreira profissional, desde que invistam no planejamento e em muita capacitação”, afirmou.

RELACIONADOS

Deixe um comentário