Sexta-feira, 9 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Quer saber mais sobre corrupção? Acesse a Corrupteca!

Anões do orçamento, Sudam, Mensalão, PC Farias e muitos outros casos de corrupção que têm escandalizado os brasileiros fazem parte do acervo da Corrupteca, uma biblioteca digital especializada em corrupção desenvolvida e mantida pelo Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas (Nupps) da Universidade de São Paulo (USP). Relançada durante a Festa Literária Internacional de Paraty, a Corrupteca ampliou sua base de 90 mil para mais de 8 milhões de itens pesquisáveis. São publicações científicas, jornais, acervos legislativo e judiciário, coleções de Casos de Corrupção, materiais didáticos e artigos.

O objetivo da Corrupteca é estimular a pesquisa, ampliar a transparência e difundir informações sobre a corrupção. O acervo conta com notícias do jornal “O Estado de S. Paulo” desde 1875 até os dias atuais. O conteúdo da Hemeroteca Digital Hispânica, mantida pela Biblioteca Nacional da Espanha, também faz parte da Corrupteca. O acesso é gratuito.

É fácil pesquisar no site. Basta selecionar o tipo de conteúdo que deseja ter acesso – jornais, material didático ou publicações científicas, por exemplo – e digitar no espaço “Buscar”a palavra referente ao objeto da pesquisa. Em “Casos”, basta clicar no nome do escândalo de corrupção que se deseja obter informação.

A Corrupteca reúne a produção científica extraída de 58.267 periódicos científicos, disponíveis em 5.400 bases de dados de universidades e centros de pesquisa de 63 países que fazem parte do consórcio Open Archives Initiative (OAI).

No acervo legislativo, merece destaque a integração com a Biblioteca Digital do Senado Federal, com centenas de milhares de documentos digitais de interesse do Poder Legislativo, com coleções variadas, como livros, obras raras, artigos de revista, notícias de jornal, produção intelectual de senadores e servidores do senado.

Quem pesquisar material referente à área jurídica vai descobrir que a Corrupteca é integrada e permite buscas na Biblioteca Digital Jurídica, acervo mantido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que reúne atos administrativos, doutrina e repositório institucional do tribunal.

Quer saber mais sobre corrupção? Clique aqui e confira!

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.