Sexta-feira, 9 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Rede de franquias brasileira vira case em Harvard

A rede de franquias Sorridents virou objeto de estudo da Harvard Business School, a prestigiada escola de negócios da universidade americana. O case escrito pelo professor Michael Chu e por Priscilla Zogbi, diretora do centro de estudos da América Latina da escola, foi apresentado hoje durante uma aula para os alunos do MBA de Harvard. O título do estudo — Sorridents: Making Dental Care Accessible to All in Brazil — evidencia o que mais chamou a atenção da faculdade: a capacidade de fazer do tratamento odontológico algo acessível também para as classes menos abastadas do Brasil.

A Sorridents é a quinta empresa brasileira a se tornar um case de Harvard. Itaú, Magazine Luiza, Amil e Movile também integram esse time. Dra. Carla, como é conhecida a fundadora da rede, conversou por telefone com a coluna ao fim da apresentação. “Havia umas 70 pessoas na sala. Os alunos ficaram muito entusiasmados”, contou. “Vários vieram nos cumprimentar na saída e falaram que esse foi o melhor case que estudaram durante o curso.”

O professor Chu conheceu a história da Sorridents no ano passado, quando Carla fez uma apresentação sobre como conquistar a base da pirâmide do consumo num evento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no México. Em dezembro de 2015, Shu esteve no Brasil para conversar pessoalmente com Carla e visitar as operações das franquias da rede.

Fonte: Época Negócios.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.