Com o objetivo de incentivar a criação de jogos digitais voltados para a gestão financeira de negócios, o Sebrae e o Banco Central lançaram o Prêmio de Desenvolvimento de Jogos de Educação Financeira. A iniciativa vai distribuir R$ 600 mil aos dez melhores jogos, cinco deles de educação financeira para o meio urbano, e outros cinco para o meio rural. Os interessados podem se inscrever até 9 de janeiro de 2015, e os vencedores serão conhecidos em março.

Podem concorrer jogos nas categorias RPGs, Ação, Aventura, Estratégia, Emulação, Simulação e Quebra-cabeça. Os desenvolvedores podem ser pessoas físicas individuais ou em equipes de até cinco pessoas, desde que tenham mais de 18 anos, residam no Brasil e possuam cidadania brasileira. Também podem se inscrever pessoas jurídicas registradas no Brasil, representadas por até cinco pessoas físicas.

O prêmio pagará R$ 80 mil ao primeiro lugar, R$ 70 mil ao segundo, R$ 60 mil ao terceiro, R$ 50 mil ao quarto e R$ 40 mil ao quinto colocado, em ambas as categorias. Além de ganhar as premiações em dinheiro, os autores desses jogos assinarão com o Sebrae um termo de cessão para que os games possam ser disponibilizados gratuitamente no Portal do Sebrae e na Plataforma do Desafio Universitário Empreendedor.

Na avaliação, serão considerados realismo e aplicabilidade, estágio de desenvolvimento do jogo, usabilidade (facilidade de uso), jogabilidade e qualidade das funcionalidades desenvolvidas, inovação, entretenimento, integração com redes sociais, originalidade, qualidade da produção, viabilidade técnica e correlação com a temática da premiação, além de outras especificações contidas no regulamento da premiação.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas em duas etapas. A primeira consiste no preenchimento do cadastro com a indicação do tipo de jogo, que deve ser feita exclusivamente pelo site da competição. Após essa etapa, os participantes devem enviar, via Sedex, os arquivos do jogo em CD, DVD ou pen drive, até 9 de janeiro.

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Deixe um comentário