PT desistiu do controle social da mídia

A Executiva Nacional do PT aprovou uma resolução defendendo a ampliação da liberdade de expressão no país.

O texto divulgado trata do “novo marco regulatório dos meios de comunicação”, defendendo a posição de “garantir e ampliar as possibilidades de livre expressão do pensamento, repudiar e impedir qualquer tipo de censura e garantir o amplo acesso da população a todos os meios, sobretudo os mais modernos, como a internet”. O documento também pede a abertura dos arquivos da ditadura.

O Diretório também aprovou o projeto de reforma política apresentado pelo relator da matéria na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), que veta as doações diretas a partidos e candidatos e cria o financiamento público exclusivo das eleições.

O projeto prevê que empresas privadas e estatais doem recursos para um fundo nacional gerido pela Justiça Eleitoral, que também terá financiamento da União.

Fonte: “O Globo”

Leia mais no site do Instituto Millenium no artigo “O império do silêncio”

RELACIONADOS

Deixe um comentário