Serra diz que errou quando defendeu CPMF

Ex-governador e candidato à presidência nas eleições 2010, José Serra se reuniu com o (partido) PSDB, e se declarou arrependido de ter defendido a CPMF em 2007, quando ela foi derrubada.

O ex-governador reconheceu que isso o colocou em choque com lideranças do partido, onde atualmente tenta ocupar a presidência, a partir de 2011, encontrando forte resistência interna.

José Serra também criticou Luiz Inácio Lula da Silva, dizendo que ele já está em campanha para 2014: “Ele continua fazendo campanha, talvez já tenha começado sua campanha para 2014, e dizendo mentiras inclusive muito pouco apropriadas para a figura de um presidente da República”, afirmou dizendo ainda que Lula deixa para Dilma Rousseff um país com muitos problemas na economia: “Está deixando um grande nó para o próximo governo, um nó de difícil solução que vai custar muito caro ao país: déficit público maquiado, inflação ascendente, o maior déficit de balanço de pagamentos da nossa história, câmbio supervalorizado com o crescimento descontrolado das importações.”

Fonte: jornal “Folha de S. Paulo”


RELACIONADOS

Deixe um comentário