Tribunal Superior do Trabalho (TST) é a primeira corte a divulgar o salário dos servidores

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) se tornou a primeira corte do país a divulgar na internet o salário de todos os seus servidores. Os dados incluem gratificações, auxílios e descontos com o pagamento do imposto de renda e da contribuição para a previdência social.

O maior vencimento é de R$ 29.662,67, mas com descontos o valor é reduzido. O salário líquido mais alto da Corte neste mês foi o do ministro Luiz Fux, R$ 20.130.

O TST é composto atualmente por 24 ministros, que recebem subsídio de R$ 25.386,97. Das 2.477 pessoas que trabalham no tribunal, há sete analistas judiciários com uma “remuneração paradigma” (que inclui salário e mais algumas gratificações) variando entre R$ 11.017,80 e R$ 11.156,95. Mas quando são incluídos outros pagamentos a que têm direito, seus vencimentos brutos vão de R$ 25.692 a R$ 26.180,79. A lista, com os vencimentos de maio, está na página do órgão na internet.

Segundo a assessoria do TST, a divulgação dos salários cumpre o determinado em regulamentação assinada em 19 de maio pelo presidente do tribunal, o ministro João Oreste Dalazen. Três dias antes, havia entrado em vigor a Lei de Acesso à Informação, que permite o acesso dos cidadãos aos documentos públicos. Em 4 de junho, o Órgão Especial do TST aprovou uma resolução administrativa referendando a regulamentação. Essa resolução criou também o Serviço de Informações ao Cidadão (SIC).

Fonte: O Globo

+Transparência: Acesse a Página da Cidadania

RELACIONADOS

Deixe um comentário