Uma “Cidade sem Impostos” no 26º Fórum da Liberdade

Como seria a vida do cidadão brasileiro sem a incidência de impostos sobre os produtos será demonstrada em Mostra Cultural no evento, que ocorre nesta segunda e terça-feira, dias 8 e 9 de abril, no Centro de Eventos da PUCRS, em Porto Alegre

O 26° Fórum da Liberdade, que ocorre nesta segunda e terça-feira, dias 8 e 9 de abril, em Porto Alegre/RS, apresentará a Mostra Cidade Sem Impostos, que tem o intuito de mostrar como seria a vida da população sem a incidência de impostos. A exposição será montada na parte externa do Centro de Eventos da PUCRS, durante o evento de debate de ideias, que nesta edição tem como tema O que se vê e o que não se vê. A Mostra dará a chance para as pessoas verem na prática como seria a realidade da vida do brasileiro se os produtos que consome não tivessem o acréscimo dos tributos.

Em uma estrutura de 150 m² montada, serão construídas duas réplicas de moradias brasileiras. A primeira representará uma residência em uma cidade comum, com produtos comprados considerando a carga tributária vigente, retratando o que temos hoje por situação normal de consumo. Já a segunda representa uma casa situada em uma Cidade sem Impostos, onde os produtos e serviços são livres do pagamento de tributos ao governo. As duas residências serão montadas, mobiliadas e decoradas com um mesmo orçamento familiar. Ainda assim, em comparação com a cidade comum, a Cidade sem Impostos permite um maior poder de compra, refletindo em mais qualidade e quantidade de produtos consumidos.

Com isso, por meio dos móveis e dos objetos que compõe as moradias, será mostrado o padrão de vida que uma família média poderia ter se não pagasse impostos ao consumir os produtos cotidianos. Os estabelecimentos ao redor das casas também refletem a situação da cidade, com ou sem impostos.

Considerando que os tributos estão embutidos no preço dos produtos e não são discriminados na hora da compra, o indivíduo não tem condições de identificar o quanto paga efetivamente pela mercadoria e o quanto está pagando aos cofres públicos. A mostra Cidade sem Impostos busca, justamente, mostrar essa realidade que não é tão facilmente percebida no dia a dia. É um dos mais claros exemplos “do que se vê e do que não se vê”, série de artigos do economista e pensador político francês Frédéric Bastiat, que inspira o Fórum da Liberdade desse ano. Para que a visualização e a comparação dos preços seja facilitada, todos os produtos, de ambas as casas, serão marcados, sejam móveis, aparelhos de tecnologia, bens de decoração e alimentos, mostrando o preço dos mesmos com e sem imposto.

Sobre o Fórum da Liberdade
O Fórum da Liberdade é realizado pelo Instituto de Estudos Empresariais (IEE) desde 1988 e reúne, durante dois dias de evento, mais de 6 mil pessoas. Ao longo das 25 edições já realizadas, o Fórum reuniu mais de 60 mil participantes, 243 conferencistas, 6 chefes de Estado, 5 ganhadores do Prêmio Nobel de Economia, 103 acadêmicos e intelectuais, 21 ministros de Estado e 30 lideranças empresariais. Neste período, foram debatidos temas de cunho econômico, político e social, sempre com o intuito de apresentar à sociedade a opinião das diversas lideranças mundiais e, preponderantemente, abrindo espaço para a pluralidade de ideias. O Fórum alcançou reconhecimento e credibilidade nacional e internacional, através dos grandes conferencistas que reúne em Porto Alegre e da seriedade e dedicação colocada em cada atividade do evento.

Serviço:
O quê: 26° Fórum da Liberdade
Tema: O que se vê e o que não se vê
Quando: 08 e 09 de abril de 2013
Onde: Centro de Eventos da PUCRS (Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 41)
Mais informações: (51) 3335.1588 – contato@forumdaliberdade.com

RELACIONADOS

Deixe um comentário