Sábado, 10 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

USP ocupa primeiro lugar em ranking de universidades latino-americanas

A Universidade de São Paulo (USP) aparece em 1º lugar no Ranking das Universidades da América Latina divulgado nesta terça-feira pela consultoria QS Media Research Company, que também é responsável pelo ranking Mundial de Universidades. No ano passado, a instituição também apareceu na liderança da lista. Além da USP, outras três universidades brasileiras aparecem entre as dez primeiras: Unicamp, UFRJ e UnB. A publicação é feita anualmente desde 2011.

A Unicamp também manteve o 2º lugar que já havia conquistado na edição de 2015 do ranking. A UFRJ permaneceu na 5ª posição. Já a UnB subiu uma colocação, passando de 10º para 9º.

Apesar do bom resultado, na edição anterior o país tinha uma instituição a mais entre as dez favoritas, a Unesp, que ocupava o 8º lugar e agora aparece em 12º. O ranking da QS avalia 300 universidades latino-americanas. Nesta edição, o Brasil teve 76 instituições presentes na lista.

Além de instituições do Brasil, aparecem no top 10 latino-americano a Pontificia Universidad Catolica do Chile (3º), Universidad Nacional Autónoma de México (4º), a Universidad de Chile (6º), Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey (7º) também no méxico, Universidad de Los Andes (8º) e Universidade Nacional de Colombia (10º), ambas neste país.

Entre as universidades mais conhecidas do Rio, a PUC-Rio está em 15º, a Uerj em 45º, A UFF em 47º, e a UFRRJ entre 161º e 170º. A Unirio não aparece no ranking.

Para compor a relação das melhores universidades, a QS utiliza oito critérios: reputação acadêmica, reputação no mercado, citações por artigo, número de artigos por docente, quantidade de servidores em tempo integral em relação ao número de estudantes em tempo integral, proporção de servidores com PhD, impacto na web e a rede de pesquisa internacional. O último requisito foi implementado nesta edição e avalia as universidades que têm parcerias internacionais para a promoção de pesquisas.

Nesse sentido, a QS promoveu outro ranking, que elenca as instituições de acordo com sua rede de pesquisa internacional. A USP ocupa novamente o primeiro lugar, seguida da Universidad Nacional Autónoma de México, da Universidad de Buenos Aires e da UFRJ. A Unicamp, a UFMG (14º no ranking geral) e a UFRGS (16ª o ranking geral) figuram em 8º, 9º e 10º, respectivamente.

Fonte: O Globo.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será publicado.