Vargas Llosa: ataques contra jornalistas venezuelanos devem ser denunciados

vargasllosa

O escritor peruano Mario Vargas Llosa disse nesta quarta-feira, 10 de novembro, que o mundo deve ser avisado sobre a ameaça à liberdade de expressão que vigora em países como Cuba, Venezuela ou Bolívia. Ele alertou que esse direito será “sempre ameaçado” por “todas as formas de poder.”

O vencedor do prêmio Nobel fez referência especial a Cuba, onde “há mais de 50 anos”, este direito não foi respeitado e não há “nenhuma prova” de qualquer mudança na situação. Ele também se referiu à Venezuela, onde há “fortes ataques” contra a mídia e aos jornalistas que resistem ao “apagão total”, apesar da intimidação.

“Devemos denunciar os ataques contra os jornalistas independentes venezuelanos”, disse Vargas Llosa. Ele lamentou que em outros países da América Latina com governos “escolhidos em eleições legítimas”, a liberdade de expressão tenha sofrido um revés.

O vencedor do Prêmio Nobel 2010 de Literatura fez estas declarações após ter recebido em Madri o Prêmio de Defesa da Liberdade de Expressão e Valores Humanos concedido pela Associação Internacional de Radiodifusão.

Fonte: “El Universal” – Caracas – Venezuela

RELACIONADOS

Deixe um comentário