Yoani Sánchez: “Dilma chegou à Cuba com a carteira aberta e os olhos fechados”

Uma mensagem postada no twitter da blogueira cubana Yoani Sánchez, que aguarda liberação do governo dos irmãos Castro para vir ao Brasil, revela que a população cubana teve uma percepção negativa sobre a visita da presidente Dilma Rouseff. Segundo Sánchez, o que se ouve nas ruas é que a presidente chegou ao país “com a carteira aberta e os olhos fechados”.

Na ilha comunista, a presidente se limitou a fechar acordos econômicos como medidas de estímulo ao desenvolvimento daquele país. Dilma foi alvo de críticas dos cubanos por não ter se posicionado sobre os abusos contra os direitos humanos cometidos pelo governo do irmãos Castro.Vista como um símbolo da luta pelas liberdades individuais, por ter combatido a Ditadura Militar no Brasil, a mandatária não aceitou convites para se reunir com dissidentes do regime.

Além do caso da blogueira Yoani Sánchez, impedida de deixar o país para assistir ao documentário “Conexão Cuba Honduras”, do documentarista Dado Galvão, a morte do ex-dissidente cubano, Wilmar Villar Mendoza, dentro de uma prisão, devido a uma greve de fome de 56 dias, foi mais um exemplo emblemático do desrespeito aos direitos humanos praticado pela ditadura Castro.

Fonte: O Globo, 3/01/2012

RELACIONADOS

Deixe um comentário

2 comments

  1. Anthony

    O que ela queria que a Dilma tivesse feito? Ir à casa dos outros e ainda falar “umas verdades” para os anfitriões? E eu que pensei que a Yoani fosse mais sensata. Se vier à minha casa e falar mal de mim, ofereço a porta da rua como prato principal.

  2. Regina Caldas

    Bento XVI visitará Cuba no final de março. É considerado um papa que se preocupa com direitos humanos, fome e analfabetismo. E a pergunta é: Chegará à Cuba com água benta demais e olhos fechados…? Está difícil hoje para as lideranças mundiais saber distinguir a linha que separa a democracia da ditadura. E isto não é nada bom para o futuro da Humanidade.