Domingo, 11 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Economia de Mercado

Como criar um sistema corrupto e como acabar com ele

No mundo inteiro, proliferam empresas estatais criadas através de medidas coercitivas que, não apenas tolhem a liberdade dos que querem empreender ou consumir, como confiscam recursos da população para que tais iniciativas sejam implementadas. Por trás de toda intenção baseada na coerção, há agendas arquitetadas e colocadas em prática, sem ... Leia mais

Interesse ou debate técnico?

Uma dificuldade que os profissionais de economia têm é separar seus interesses e suas escolhas normativas de país de análises puramente técnicas. Pode-se preferir um modelo de Estado mais liberal com menor oferta pública de serviços de saúde ou educação e que os seguros, contra desemprego e velhice, por exemplo, ... Leia mais

O estouro da bolha da incompetência

Rolf Kuntz

Seis anos depois do estouro da bolha financeira no mundo rico, explode no Brasil a bolha da incompetência e do populismo. O novo aumento de juros e a promessa de um esforço fiscal maior no próximo ano são um reconhecimento, pelo menos implícito, dos estragos produzidos em quatro anos de ... Leia mais

Erros seriais

Fabio Giambiagi

Um pensador nacional observou no passado que “subdesenvolvimento não se improvisa: ele é obra de séculos”. Com adaptações, pelo fato de o tempo hoje ter outra dimensão, pode-se dizer que os problemas que o país está tendo não são fruto do acaso: eles resultam de erros sistemáticos. Não é de ... Leia mais

Ativismo no devido lugar

Zeina Latif 1

No imaginário de muitas pessoas, e talvez da própria sociedade, o ativismo estatal é essencial para promover o crescimento e o bem-estar social. Assim, a eficiência de um governo seria medida pelo número de programas e políticas implementadas, nada escapando do raio de ação do governante. A falta de ação ... Leia mais

Desafios do setor elétrico no próximo governo

Adriano-Pires 1

A Medida Provisória n.º 579, posteriormente convertida na Lei 12.783/2013, pôs o setor elétrico de cabeça para baixo. Algumas consequências nefastas já são amplamente conhecidas e outras ainda estão por vir. O Grupo Eletrobras, que teve 67% das suas concessões de geração renovadas, amargou um prejuízo de R$ 13,2 bilhões ... Leia mais

Troquem pelo tomate

Carlos Alberto Sardenberg

Um bom azeite, cebola, um tantinho de sal — é o que basta para cozinhar muita coisa boa, inclusive um bom bife. Mas a cebola está cara, subiu muito durante o ano, e a carne bovina mais ainda. Qual o problema? Troquem por tomate, recomenda o secretário de Política Econômica ... Leia mais