Um dos arquitetos do Plano Real, Pedro Malan foi Ministro da Fazenda no governo Fernando Henrique Cardoso, cursou engenharia elétrica pela Escola Politécnica da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e é doutor em economia pela Universidade de Berkeley.

Malan trabalhou para o governo de Fernando Collor de Mello na reestruturação da dívida externa brasileira nos termos do Plano Brady, redução da dívida pública, reformas do estado e pela condução do plano de privatização e abertura comercial.

Foi presidente do Banco Central do Brasil e do conselho de administração do Unibanco. Também participou do conselho administrativo do Ponto Frio e da Alcoa Alumínios,

É autor do livro: “Política econômica externa e industrialização no Brasil” (Ipea, 1980).


 

Deixe um comentário