Inscrições abertas para a edição 2017 do Prêmio Mundial de Liberdade de Imprensa Unesco

Estados-membros da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) já podem indicar profissionais e instituições que tenham feito contribuição notável para defender e promover liberdade de imprensa, sobretudo em situações de risco.

O prazo para enviar as candidaturas é 15 de fevereiro. Para participar dessa seleção, governos são convidados pela agência da ONU a consultar comissões nacionais sobre o tema, organismos internacionais, regionais e profissionais, bem como organizações não-governamentais.

A premiação da Unesco foi criada em 1997 pelo organismo das Nações Unidas para homenagear Guillermo Cano, colombiano que morreu enquanto trabalhava como jornalista. O objetivo da iniciativa é reconhecer a cada ano um indivíduo, organização ou instituição que tenha realizado uma contribuição notável para a defesa e/ou promoção da liberdade de imprensa em qualquer lugar do mundo, especialmente em situações de risco.

Celebrado anualmente no Dia Mundial da Liberdade de Imprensa — 3 de maio —, o prêmio é marcado por uma cerimônia e o ganhador recebe a quantia de US$ 25 mil. Em 2017, a data será comemorada em Jacarta, na Indonésia. O prêmio é financiado pela Fundação Cano, da Colômbia, e pela Fundação Helsingin Sanomat, da Finlândia.

Como se candidatar
Para fazer indicações ao prêmio, é necessário preencher o formulário em inglês ou francês e enviá-lo, antes do dia 15 de fevereiro, pelo correio ou por e-mail para:
Communication and Information Sector
Division of Freedom of Expression and Media Development
Section for Freedom of Expression
7 Place de Fontenoy
75007 Paris – France
Tel: +33.1.45.68.42.12
E-mail: s.coudray@unesco.org
Acesse o formulário aqui.

RELACIONADOS

Deixe um comentário