Jabor não é mesmo tão raro assim – " Blog do Brizola Neto " – 03/03/10

A 500 reais por cabeça, o Instituto Millenium fez o Fórum Democracia e Liberdade de Expressão, uma reunião de conservadores, empresários e até alguns parlamentares de esquerda, mas preocupados em não chocar tão distinta platéia. Uma das estrelas foi o comentarista da Globo Arnaldo Jabor, apavorado com a possibilidade da vitória de Dilma Roussef que, segundo ele, trará “uma infiltração infinita de formigas neste país”.

O livro do apocalipse jaboriano diz que “quem vai mandar no país é o Zé Dirceu e o Vacarezza”. Pobre Cândido Vacarezza, líder do PT na Câmara e um homem de temperamento que faz jus ao seu primeiro nome.

Disse que de comunista ele entendia, que cabeça de comunista é “de pedra” e não muda. Mas ressalvou a si: “eu sou um caso raro”.

O relato do encontro, que li no site de Rodrigo Vianna é um amontoado de sandices e, pior, revelador de que os executivos da mídia estão se descabelando como Jabor, aqui e na América Latina. O dono da Equavisa, do Equador, chegou a dizer que o presidente Rafael Correa “foi eleito pelas prostitutas”, para vocês terem uma idéia do nível. O liberalíssimo Reinaldo Azevedo, da Veja, encarnou Odorico Paraguassu e aconselhou:”A imprensa tem que acabar com o isentismo e o outroladismo, essa história de dar o mesmo espaço a todos”.

Enfim, o Brasil e o mundo estão na iminência de caírem sob o jugo comunista.

Que coisa, hein? E a 500 reais…

http://www.tijolaco.com/?p=9768

 

RELACIONADOS

Deixe um comentário