Retomada da confiança depende de vitórias do governo no Congresso – “Correio Braziliense”