Trabalhador dá 148 dias do ano ao Fisco – O Dia online – 20/05/10

Brasil é o terceiro país do mundo em carga tributária mais alta, atrás de Suécia e França

Rio – Quase cinco meses — ou 148 dias. Esse é o tempo que o brasileiro precisa trabalhar durante o ano para cumprir com suas obrigações tributárias. Até a próxima sexta-feira, dia 28, o que o contribuinte ganhar por atividade profissional corresponderá ao que repassa em impostos aos governos municipais, estaduais e federal.

A medição é feita pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). Em âmbito mundial, o Brasil é o terceiro país onde mais se trabalha para pagar impostos. Os campeões são Suécia e França. Os nórdicos trabalham 185 dias para pagar impostos e os franceses, 149 dias.

Desde a década de 70, esse número vem aumentando no Brasil. Hoje, trabalha-se o dobro daquela época com a mesma finalidade.

GASOLINA SEM IMPOSTO

No ano passado, houve uma redução na carga tributária graças aos incentivos do governo, como a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), e a crise internacional, que afetou o ritmo da arrecadação. Mesmo assim, a expansão pode ser observada pelos dados dos últimos anos.

Em 2003, o brasileiro comprometia 36,98% de seu rendimento bruto com os impostos. Em 2004, eram 37,81%; em 2005, 38,35%; em 2006, 39,72%; em 2007, 40,01%; em 2008, 40,51%; e em 2009, 40,15% de todo rendimento.

Hoje, o posto de combustível Ale, em frente ao Canecão, em Botafogo, vai vender gasolina sem impostos. No protesto, cada motorista terá direito a comprar até 20 litros, mediante senha. Os números serão distribuídos a partir das 10h e a venda será feita das 11h às 14h. A iniciativa é do Instituto Millenium, por ocasião do Dia da Liberdade de Impostos. Atualmente, 50,03% do preço da gasolina é de tributos.

Declarações processadas

A Receita Federal informou ontem que praticamente todas as 24,6 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2010, ano-base 2009, enviadas pelos contribuintes até 30 de abril já foram processadas pelo sistema do Fisco. Segundo a Receita, se houver problemas na declaração, o contribuinte poderá consultar a página do Leão na Internet para verificar a pendência. O trabalhador pode se autorregularizar e evitar cair na malha-fina. Isso deve ser feito com uma declaração retificadora. O quanto antes o contribuinte fizer o acerto, mais rápido receberá eventuais restituições.

Fonte:

http://odia.terra.com.br/portal/economia/html/2010/5/trabalhador_da_148_dias_do_ano_ao_fisco_83038.html

RELACIONADOS

Deixe um comentário