Este ano, o 8º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, organizado pela Abraji, será realizado junto com a 8ª Conferência Global de Jornalismo Investigativo, realizada pela Global Investigative Journalism Network (GIJN) e a 5ª Conferencia Latinoamericana de Periodismo de Investigación (COLPIN), do Instituto Prensa y Sociedad (IPYS). A junção desses três eventos é a Conferência Global de Jornalismo Investigativo.

O evento receberá grandes jornalistas investigativos de diversas regiões do mundo, editores, produtores, além de especialistas e defensores do acesso à informação, legislação e segurança. Entre os palestrantes estarão Glenn Greenwald, jornalista do “The Guardian” que revelou o sistema de espionagem do governo norte-americano; Catalina Botero, Relatora Especial para Liberdade de Expressão da Organização dos Estados Americanos (OEA); os vencedores do Pulitzer Sarah Cohen, Steve Doig, David Cay Johnson, e Xanic Von Bertrab; além de outros grandes jornalistas de mais de 40 países.

Entre os palestrantes brasileiros estão o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, Caco Barcellos (TV Globo), José Hamilton Ribeiro, Eduardo Faustini (TV Globo), Clóvis Rossi (“Folha de S.Paulo”), Audálio Dantas (autor de “As Duas Guerras de Vlado Herzog”), Mário Magalhães (autor de “Marighella: o guerrilheiro que incendiou o mundo”), Roberto Cabrini (SBT), Miriam Leitão (“O Globo”), Rubens Valente “(Folha de S.Paulo”), Juca Kfouri (UOL/ESPN/”Folha de S.Paulo”), José Paulo Kupfer (“O Estado de S.Paulo”) e Eliane Brum.

Serão mais de 125 palestras, incluindo workshops colaborativos sobre meio ambiente, corrupção e esportes; uma maratona hacker; apresentação de trabalhos acadêmicos de professores e 40 painéis de jornalismo de dados. Haverá também palestras em português com os melhores jornalistas investigativos do Brasil e em espanhol com jornalistas latino-americanos.

Saiba mais no site do evento

Deixe um comentário