The dictator’s learning curve: inside the global battle for democracy

Estamos testemunhando um momento único de ondas de protestos na luta entre ditadores e democracia. Mas a Primavera Árabe é apenas a mais recente batalha de uma guerra mundial entre liberdade e repressão, uma batalha que ainda perdura em uma dúzia de países como Venezuela, China, Rússia e Malásia. É uma luta que, até recentemente, os ditadores vêm ganhando.

Os regimes autoritários de hoje não se parecem com o governo “congelado no tempo” da Coréia do Norte. Eles estão sempre se transformando, tecnologicamente mais experientes e internacionalmente conectados, têm substituído as formas mais brutais de intimidação com aparentes eleições “livres” e discursos sobre direitos humanos.

Enfrentando os ditadores modernos, há um exército crescente de defensores da democracia constituído de estudantes, blogueiros, ambientalistas, advogados, ativistas e milionários. O resultado é um “jogo global” de gato e rato, no qual o futuro da liberdade está na balança. William J. Dobson direciona o leitor de “The dictator’s learning curve: inside the global battle for democracy”* (Knopf Doubleday, 2012) aos bastidores de ambos os campos, e revela como cada lado aperfeiçoa suas estratégias para a guerra que definirá nossa época.

*Livro sem título original no Brasil.

RELACIONADOS

Deixe um comentário