The origins of political order

Em seu novo livro, “The Origins of Political Order”, o sociólogo Francis Fukuyama tenta explicar como os homens evoluíram das tribos aos complexos arranjos políticos de hoje. Numa era de extrema especialização dos acadêmicos, são cada vez mais raras as chamadas metanarrativas, explicações mais amplas dos fenômenos sociais. É exatamente o que propõe Fukuyama – o subtítulo do livro, “Dos tempos pré-humanos à Revoulção Francesa”, dá bem noção do fôlego da empreitada (os dois últimos séculos serão analisados num segundo tomo, ainda a ser lançado).

Fukuyama disseca o funcionamento de sociedades em tempos e espaços diversos, da Índia ao Islã, do Império Otomano à Europa. O sucesso virá, acredita, na combinação exata de três elementos: a criação do império da lei que se estenda a todos os cidadãos, o surgimento de um Estado forte e um equilíbrio tal que o governante seja submetido a alguma prestação de contas de seus atos. Parece uma fórmula até óbvia nos dias de hoje, mas Fukuyama nos relembra que foram necessários alguns milênios para que o homem chegasse lá.

Clique aqui e confira a entrevista de Francis Fukuyama à revista “Época”.

RELACIONADOS

Deixe um comentário