A ansiedade é inegável. Está estampada no rosto da presidente, na vibração das palavras do ministro Mantega, o nosso “levantador
Continue lendo