Marco Aurélio Garcia qualificou como assunto “de uma irrelevância absoluta” a concessão de passaportes diplomáticos aos filhos e netos de
Continue lendo