“É hora de restaurar o prestígio do Itamaraty e recuperar sua centralidade no processo decisório interno”, diz Rubens Barbosa
Continue lendo