Domingo, 11 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Tag: Crise na Europa

Mudança social

Carlos Alberto Di Franco

A Europa continua sob o fogo cerrado de uma crise sem precedentes. Os números do desemprego na Espanha, por exemplo, são assustadores. Dados recentes apontam que 26% da população estão sem trabalho, totalizando quase 6 milhões de pessoas. A juventude europeia não foi preparada para a adversidade. A frustração apresenta ... Leia mais

Os limites da onipotência

Alexandre Schwartsman

Um ser onipotente poderia apenas desejar que a crise europeia acabasse por sua vontade sobrenatural Às vezes é interessante imaginar o que faria um gestor onipotente para resolver a crise europeia, não porque seja desejável alguém com tamanho poder, mas sim para avaliar a distância entre o que seria tecnicamente ... Leia mais

2012 se parece muito com 2008

Paulo Rabello de Castro

As semelhanças de 2012 com os terríveis desajustes da economia mundial ocorridos em 2008 não param de se acumular diante dos nossos olhos. Os mercados especulativos, no entanto, têm reagido como se não tivessem tal conhecimento prévio. Os riscos de natureza sistêmica não param de crescer. Mas as bolsas e ... Leia mais

Notícias do mundo pós-capitalista

Guilherme Fiuza 3

Nesse outro mundo possível, ninguém se aborrecerá com a velha mania capitalista de pagar dívidas A esquerda está eufórica com a crise da Europa. Os mais animados acreditam que o capitalismo finalmente está ruindo. Foi o que se viu no Fórum Social Mundial, a tradicional festa do oprimido em Porto ... Leia mais

À espera de 2012

Ilan

Este deve ser o meu último artigo deste ano. As atenções voltam-se para o ano que vem. O futuro é sempre cercado de incertezas. Projeções são sempre frágeis. Mas o ano que vem parece mais incerto do que o costumeiro. Nem sempre estamos diante da possibilidade real de desintegração de ... Leia mais

Por que os brancos não podem?

Carlos Alberto Sardenberg

Países brancos não quebram, escreveu certa vez o economista Paul Krugman, Prêmio Nobel Países brancos não quebram, escreveu certa vez o economista Paul Krugman, Prêmio Nobel. Referia-se então às crises dos emergentes — final dos anos 90 — para observar que o mercado, as instituições internacionais, como o FMI, e ... Leia mais

Vale a pena salvar o euro?

Alexandre Schwartsman

A pergunta é retórica. Não há a menor dúvida que as autoridades europeias estejam firmemente convencidas acerca da necessidade de manutenção da moeda única e dispostas a fazer o possível nesse sentido. Vejo nisso, aliás, a mesma motivação política que esteve por trás da criação do euro; por outro lado, ... Leia mais

Quanto vale a Europa?

Demétrio Magnoli - Instituto Millenium

“Sem o euro não existe Europa”, constatou Angela Merkel, no mesmo discurso em que assegurou que não haverá uma “união da dívida”. As afirmações, contraditórias entre si, refletem imperativos diferentes. A primeira é uma homenagem prestada à História – ou seja, ao projeto supranacional da União Europeia. A segunda expressa ... Leia mais

Pouquíssima esperança de solução indolor

Pode ser esta a hora de relembrar aos luminares dos governos europeus a máxima de Dante Alighieri: “Deixai toda esperança vós que entrais” – nesta confusão infernal que é a crise das dívidas impagáveis de vários governos com muitos bancos, empresas, fundos de investimentos, sindicatos e pessoas físicas. A esperança ... Leia mais

A verdadeira crise é alemã

Paulo Rabello de Castro

Presto sinceras homenagens à estadista Angela Merkel, chanceler alemã da melhor estirpe política, afeiçoada à clareza e sensível à opinião de seu povo. A vida de Merkel não tem sido fácil. Perdeu o pai recentemente, pelo que consta, uma figura forte para Angela. Perdeu também o apoio de alguns importantes ... Leia mais

Setembro negro e intervenção estatal

sergio-vale_imil

A ideia de que setembro e outubro costumam ser meses em que se concentram crises financeiras sempre me pareceu sem significância real, mas a história insiste em jogar para estes meses períodos fortes de turbulência. A crise dessa vez, infelizmente, não foi causada apenas pela piora na situação europeia, mas ... Leia mais

O Partido do Euro

Demétrio Magnoli - Instituto Millenium

William Jennings Bryan perdeu duas eleições presidenciais americanas, mas passou à História por um discurso pronunciado em 1896 perante a convenção do Partido Democrata. Em nome dos agricultores endividados, ele classificou o padrão ouro como uma ferramenta dos interesses de “ociosos detentores de capital ocioso”. Se, na sequência do crash ... Leia mais

Bancos europeus à beira de um ataque de nervos

Paulo Rabello de Castro

Aos poucos, o grande público vai tendo notícias do tamanho do buraco financeiro europeu. É mais uma crise dentro da crise. A chamada Grande Recessão ainda vai se desenrolar ao longo da presente década, em episódios sucessivos de destruição de riqueza aparente. E o Brasil, hoje na ponta bem-sucedida, esnobando ... Leia mais

Bem-vindo, 2011!

Tanto o final da era Lula quanto o início da gestão Dilma Rousseff padecem de avaliações que oscilam entre o pessimismo, a má-vontade e o otimismo. Os pessimistas acreditam que 2011 poderá ser um ano muito difícil. Os que têm má-vontade têm certeza de que tudo vai dar errado. E ... Leia mais

A crise que assombra as democracias liberais

Paulo Guedes

Vivemos tempos extraordinários. Tenho insistido nas dimensões épicas desta crise mundial. As crises bancárias, o colapso do crédito, a quebradeira no setor imobiliário, a bancarrota de governos nacionais e a falência das redes de assistência social são sintomas dos excessos cometidos tanto por financistas anglo-saxões quanto por social-democratas europeus. Estão ... Leia mais

Hora da verdade

Vivemos tempos extraordinários. O regime de moeda fiduciária e as redes de solidariedade social, importantes instituições da civilização ocidental, estão sob ameaça. As crises bancárias, o colapso do crédito, a quebradeira no setor imobiliário, a bancarrota de governos nacionais e a falência das redes de solidariedade e assistência social são ... Leia mais

Cai mais uma peça do dominó europeu

À época de alta inflação no Brasil era comum se decidirem medidas importantes de política econômica no fim de semana, quando o mercado financeiro estava fechado. No auge da crise financeira internacional, viu-se o mesmo tipo de padrão nos EUA, e agora é a vez da Europa, como aconteceu no ... Leia mais