Jorge Caldeira analisa a tensão entre o que é público e o que é privado no país