João Batista Oliveira pergunta se os presidenciáveis se dispõem a mudar os currículos escolares