"Não há política de austeridade que seja leve", diz Carlos Alberto Sardenberg.