Começamos com a lembrança de um grande brasileiro e incomparável economista, Roberto Campos, cuja frase do título tem sua marca registrada de humor cáustico e ferino...