Terça-feira, 6 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Tag: economia mundial

Determinantes do crescimento

Samuel Pessoa 4

Há intenso e importante debate sobre os fatores que causaram a piora do desempenho da economia brasileira no governo Dilma, que deve fechar seu quadriênio com crescimento anual médio de 2%, em comparação a 4% de Lula. Vários analistas, de diversas colorações ideológicas, enfatizam o bom momento vivido pela economia ... Leia mais

Um país fora do ritmo

Rolf Kuntz

O Brasil manterá o passo errado nos próximos cinco anos e avançará bem menos que outros emergentes até 2018, segundo projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI). Sua inflação continuará mais alta e suas contas externas deverão piorar nesse período, com o déficit em transações correntes passando de 2,4% para 3,4% ... Leia mais

O mundo em 2013

armando_castelar_coordenador_ibre_fgv_be_01

Neste início de ano, o noticiário econômico mundial foi marcado por momentos de tensão, em especial as discussões sobre o abismo fiscal americano, um conjunto de medidas voltadas para reduzir gastos e eliminar isenções fiscais nos EUA. Um acordo político evitou uma contração fiscal maior, mas a discussão continua, envolvendo ... Leia mais

O próximo risco global

Ilan

Após os excessos da década passada e a crise global de 2007/2008, a economia mundial tem enfrentado crises em sequência. Os problemas na Europa não terminaram e já vislumbramos a próxima: pânico com o possível impacto da forte contração fiscal contratada nos EUA. É o já denominado “abismo fiscal” (fiscal ... Leia mais

A volta do Estado-nação

Marcos Troyjo

Em duas décadas, saímos do “fim da história”, com o mundo em integração, para um cenário de crise nos EUA, de blocos em dificuldades e desglobalização Os críticos da globalização devem estar contentes. Escalada internacional do protecionismo comercial. Descaminhos da Primavera Árabe -cruelmente exemplificados pelo recente assassinato do embaixador dos ... Leia mais

Emitir até inflacionar

Paulo Guedes

Em meio à guerra mundial por empregos, os bancos centrais anunciaram na última semana políticas monetárias ainda mais expansionistas. O Federal Reserve (Fed), dos Estados Unidos, vai injetar mensalmente US$ 40 bilhões de liquidez nos mercados, por meio da compra de títulos lastreados em créditos imobiliários. Já o Banco Central ... Leia mais

Para onde vai a economia mundial?

armando_castelar_coordenador_ibre_fgv_be_01

Em 2012 a economia mundial deve crescer no mesmo ritmo ou até menos do que em 2011. O FMI projeta crescimento do PIB mundial, calculado em paridade de poder de compra, de 4% em 2012, igual a 2011. Nas estimativas do JP Morgan, o mundo cresceu menos em 2011, 3,5%, ... Leia mais

As faces ocultas da crise

Paulo Guedes

A grande crise contemporânea presta-se a muitas interpretações. A especulação imobiliária e os excessos dos financistas americanos são apenas suas faces mais visíveis. A demagogia e a irresponsabilidade financeira de uma obsoleta social-democracia europeia estão ainda camufladas pela crise do euro. Mas a onda de empréstimos inadequados que foi disparada ... Leia mais

E os mercados comemoram

Paulo Rabello de Castro

O índice S&P da bolsa americana, que reflete o painel mais amplo de ações negociadas, está próximo de atingir o ponto mais alto desde o pico atingido em 2008, em abril, no auge especulativo que precedeu à queda desse e de outros indicadores de preços de ativos. Só que, em ... Leia mais

Como a China quer ser a 1ª

Paulo Rabello de Castro

A China se prepara intensamente para virar a primeira economia do mundo. A projeção mais recente da Goldman Sachs sobre o ano da ultrapassagem é 2026, quando o PIB chinês se tornará maior do que o dos EUA. Mas pode acontecer antes, pela diferença de crescimento das duas economias. No ... Leia mais

Déjà vu

Paulo Guedes

As bolsas celebram em todo o mundo o anúncio de um esforço coordenado dos bancos centrais para garantir o abastecimento de dólares e evitar uma crise de liquidez no sistema bancário europeu. Acredita-se que a Europa é um continente à deriva, o euro, uma moeda condenada, e que só mesmo ... Leia mais

Não é o fim do mundo

Paulo Guedes

O cenário econômico global torna-se mais conturbado. Primeiro desabaram os americanos, pelos excessos de suas autoridades e seus financistas. Depois os anjos caídos, social-democratas europeus expulsos do paraíso por seus abusos e limitações cognitivas em matéria econômica. E, quando finalmente os esforços de reflação da demanda desatolavam a economia ocidental, ... Leia mais

A colisão de dois mundos

Primeiro vieram os japoneses. Invadiram os mercados americanos já em meados dos anos 1970. Sony e Toyota haviam decifrado o enigma da massificação de produtos de qualidade a preços ainda mais competitivos do que os praticados nos Estados Unidos, o próprio templo do capitalismo.O desembarque japonês era um desafio frontal ... Leia mais

Hora da verdade

Vivemos tempos extraordinários. O regime de moeda fiduciária e as redes de solidariedade social, importantes instituições da civilização ocidental, estão sob ameaça. As crises bancárias, o colapso do crédito, a quebradeira no setor imobiliário, a bancarrota de governos nacionais e a falência das redes de solidariedade e assistência social são ... Leia mais