Sábado, 10 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Tag: Estados Unidos

Triste queda do “soft power” americano

usa-falg-iloveimg-resized-1-iloveimg-cropped

Robert Ellsworth, embaixador de Richard Nixon na OTAN, argumentava que o papel de seu país no cenário internacional poderia ser tão positivo a ponto dos EUA merecerem o título de única “superpotência benigna”. Richard Holbrooke, que chefiou a Missão dos EUA na ONU e foi um dos arquitetos dos Acordos ... Leia mais

Nova era de fechamento dos mercados pode estar a caminho

samuel

A primeira Guerra Mundial, iniciada em outubro de 1914, deu fim a longo período de globalização no mundo, liderada pelo poder de polícia sobre os mares da Inglaterra e por várias mudanças técnicas, como o telégrafo e o navio de metal a vapor. Esses fatores impulsionaram o desenvolvimento de diversas ... Leia mais

Economia global em moderada recuperação

Julio Hegedus 1

Na economia global continuamos monitorando uma série de países, ainda mais depois do Brexit e seus efeitos, não totalmente dimensionados. Atenção também deve ser dada ao gradualismo de Janet Yellen no balizamento da taxa de juros, no esforço de trazer alguma “normalidade” para a política monetária norte-americana. Sobre a China, ... Leia mais

O tango de Obama

periodista-Andres-Oppenheimer-Archivo-Nacional_NACIMA20141122_0040_6-iloveimg-resized

O presidente Obama seduziu muitos argentinos ao dançar tango — bastante bem, aliás — durante sua visita à Argentina, mas é provável que sua viagem seja lembrada por algo muito mais importante: o começo de um novo ciclo menos antagônico e mais pragmático nas relações entre América Latina e EUA. ... Leia mais

Petróleo, China e “novo normal”, os fantasmas de Davos

Marcos Troyjo

Temíveis espectros rondaram a edição deste ano do Fórum Econômico Mundial de Davos. Mergulho vertiginoso das cotações internacionais do barril de petróleo. O biombo da desaceleração chinesa e o que ele pode esconder de assombroso. O baixo crescimento das economias maduras perfazendo um “novo “normal”. Tais fantasmas projetam-se ainda mais ... Leia mais

Sanções à Rússia podem prejudicar a todos

Era difícil, quase impensável, imaginar a anexação da Crimeia pela Rússia quando os conflitos na Ucrânia se intensificaram. Mas anexações e dissociações acorrem até com certa frequência, basta relembrar os casos em Kosovo, Tchetchênia, Daguestão, ou mesmo os referentes a outros países como a Turquia, no norte do Chipre, Grã-Bretanha ... Leia mais

Sangue negro

Monica de Bolle (BM&FBovespa)

O que atiça mais a imaginação: o sumiço do voo 370 da Malaysia Airlines ou o embate entre a Rússia e o Ocidente? Confesso que não sei. Mas, entre um e outro, por certo o segundo pode ter implicações econômicas significativas para o Brasil, enquanto o primeiro… bem, o primeiro ... Leia mais

JFK não existiu

Roberto DaMatta

O Brasil é assim: a história é reescrita de dez em dez anos (como dizia Ivan Lessa); as pessoas viram pelo avesso (quem foi censurado tem agora belos motivos para censurar) e eventos e figuras históricas simplesmente não existiram. De um lado, são tidos como heróis indisputáveis; do outro, são ... Leia mais

Ética e realpolitik

Rubens-Barbosa

As revelações de que os EUA estão espionando não só os governos, mas também dados pessoais de gente do mundo inteiro, inclusive de cidadãos americanos, causaram um grande mal-estar e um profundo desgaste para o governo Obama. Nos EUA, a psicose coletiva gerada pelo 11 de setembro levou à proliferação ... Leia mais

Fumando escondido

Roberto DaMatta

Eles ainda eram cinco quando a tia solteirona e magra viu a fumaça saindo da cabana que os sobrinhos tinham construído no terreno baldio ao lado da casa onde moravam. Viviam na Belo Horizonte dos anos 40 e mesmo um bairro nobre da cidade, em torno do Minas Tênis Clube, ... Leia mais

Obama e a “exceção americana”

Demétrio Magnoli

No caso de conflitos transnacionais de novo tipo, como a “guerra ao terror”, as leis de guerra não podem ser circunscritas pelas fronteiras geopolíticas tradicionais Na sabatina de John Brennan, o indicado de Barack Obama para dirigir a CIA, o Senado dos EUA assistiu a um espetáculo de som e ... Leia mais

Obama, o Robin Hood canastrão

Guilherme Fiuza

O negro venceu de novo. E o mundo dos bonzinhos se tornou um pouco mais racista. A maioria das celebrações pela reeleição de Barack Obama nos Estados Unidos destaca o segundo mandato de um negro na Presidência do país. Os “progressistas” continuam exaltando Obama pela cor de sua pele. Isso ... Leia mais