Quarta-feira, 7 de dezembro de 2016
Mantenedores mantenedores

Tag: euro

Tempos difíceis

Paulo Guedes

Sob a pressão de uma carnificina sem fim, dois impérios – o austro-húngaro e o otomano – se dissolvem completamente, o kaiser alemão perde seu trono e o czar da Rússia e sua família inteira são executados. Mesmo os vitoriosos se tornam perdedores: a Inglaterra e a França contam mais ... Leia mais

A construção dos desequilíbrios na UE

Samuel Pessoa

Na coluna da semana passada, apresentei as três carências institucionais ou os erros de arquitetura da zona monetária do euro. A união monetária foi um passo maior do que a perna, pois dado antes que a política completasse a construção do arcabouço institucional mínimo requerido para a sua existência. Faltaram ... Leia mais

O fardo do Banco Central Europeu

Alexandre Schwartsman

Se os políticos europeus não se entenderem, o experimento monetário continental fracassará Em minha coluna mais recente tratei do que pode ser a “solução ideal” para a crise europeia. Num mundo sem restrições políticas, em que apenas os aspectos técnicos do problema prevalecessem, esta passaria por três ações: a) elevação ... Leia mais

O risco de reversão no euro

paulo rabello instituto millenium

Mesmo excelentes projetos não são imunes ao ataque de interesses adversários. Faz parte da história humana o permanente embate dos contraditórios e o projeto de união europeia é mais um claro exemplo dos riscos de reversão que uma ideia generosa e grandiosa pode sofrer. A crise financeira e a queda ... Leia mais

Mais uma catástrofe europeia?

Maílson da Nóbrega

Na Idade Média, a Europa viveu sua primeira grande catástrofe: a peste negra, que dizimou um terço da população. Depois, as guerras seriam a causa da crescente perda de vidas. Quatro milhões morreram nas guerras napoleônicas (1799-1815), uma média de 250000 pessoas por ano, quase a mesma da guerra franco-prussiana ... Leia mais

Grécia: ato final ou apenas encenação?

armando_castelar_coordenador_ibre_fgv_be_01

Medido pelo Índice Case-Shiller, o preço médio dos imóveis americanos começou a declinar no início de 2007, depois de sete décadas de alta quase ininterrupta. Em junho do mesmo ano, o Bear Stearns suspendeu os saques em um dos seus fundos de investimento e em julho liquidou dois fundos de ... Leia mais

Europa, entre querer e poder

Alexandre Schwartsman

Fui mais de uma vez questionado, no contexto da atual crise europeia, se – dada a profunda recessão enfrentada pela periferia da zona do euro – não seria o caso de esses países buscarem alguma forma de incentivo ao crescimento como, por exemplo, os programas adotados na esteira da crise ... Leia mais

A carruagem de ouro do euro desanda aos trancos

Pelo andar da carruagem do euro, parece que é nesta semana que teremos o desfecho da propalada hecatombe monetária. E que talvez não seja tão terrível quanto se vaticina. Bancos, governos, agentes financeiros legalizados ou clandestinos estavam fazendo as contas das perdas para o caso de a Grécia sair da ... Leia mais

Um resultado chamado pecado

Alexandre Schwartsman

As tensões na Europa refletem um problema de competitividade das economias periféricas Os 18 leitores já sabem minha visão sobre a natureza da crise europeia: mais do que uma questão fiscal (que existe, mas é fruto, não causa, da crise), as crescentes tensões no continente refletem um problema de competitividade ... Leia mais

O tempo da Europa esgotou

Paulo Rabello de Castro

Com este título, o megainvestidor John Paulson, que fez enorme fortuna acertando na quebra dos mercados em 2008, postou artigo no “Financial Times” de quinta-feira (15/12) alertando que a situação da rolagem de dívidas de países europeus está por um fio. As dívidas chamadas “soberanas” de Itália e Espanha a ... Leia mais

Sem tempo para chorar

Raul Velloso 350x263

É chocante constatar como a posição do Brasil no ranking de problemas fiscais se inverteu dos anos 90 para cá. Antes, as dívidas dos países desenvolvidos eram relativamente altas, mas os déficits eram baixos, de forma que a tendência futura da relação entre a dívida e o Produto Interno Bruto ... Leia mais

Por um punhado de euros

Alexandre Schwartsman

Parece que os € 200 bilhões do BCE, canalizados pelo FMI, podem agravar a situação hoje existente A crise europeia continua atraindo a atenção de todos e, por mais que prefira falar de outros tópicos, não há como escapar do tema. Desenvolvimentos recentes -como o pacote de ajuste fiscal italiano, ... Leia mais

À espera de 2012

Ilan

Este deve ser o meu último artigo deste ano. As atenções voltam-se para o ano que vem. O futuro é sempre cercado de incertezas. Projeções são sempre frágeis. Mas o ano que vem parece mais incerto do que o costumeiro. Nem sempre estamos diante da possibilidade real de desintegração de ... Leia mais

Fim do euro, próximo capítulo

Paulo Rabello de Castro

O mercado tem ficado otimista, desde a semana passada, a respeito do futuro do euro, enquanto os experts se desdobram para explicar porque nem a moeda nem a comunidade europeias sobreviverão ao abalo de sua credibilidade. Qual das duas visões está mais próxima à realidade? Compro a tese de que ... Leia mais

A Batalha da França

Demétrio Magnoli - Instituto Millenium

“Não é hora para vender euros”, alertou o financista George Soros, um homem que sabe ganhar dinheiro. Ingênuos interpretaram a frase como um voto de confiança na capacidade dos estadistas europeus de evitar a ruína do grandioso edifício da zona do euro. Contudo a interpretação correta é o exato oposto: ... Leia mais

Devagar e nunca

Alexandre Schwartsman

Abandonar o euro seria um desastre para a Espanha, pois a dívida seria em euros e a receita seria em pesetas Volto à Europa, alertando, porém, para o fato de que esta coluna é bem mais especulativa que o usual. Ainda não acredito, para ser sincero, que a crise no ... Leia mais